Procedimentos

Drenagem e Prótese de Via Biliar

Muitos pacientes oncológicos apresentam como complicação da sua doença a icterícia obstrutiva, relacionada á compressão ou invasão da via biliar pelo tumor primário, metástases ou mesmo linfonodos aumentados de volume. Em associação à icterícia surgem aumento de bilirrubina e sintomas como prurido, inapetência e até quadro infeccioso.

Tais alterações exigem a descompressão da via biliar para a resolução dos sintomas e também pela necessidade de normalização dos níveis de bilirrubina, para que se possa realizar o tratamento de quimioterapia sistêmica.

Para a descompressão da via biliar, pode ser realizada a drenagem biliar transparietal, seguida ou não do implante de prótese biliar. Este procedimento é realizado sob sedação e anestesia local, através de uma punção percutânea de canais biliares intra-hepáticos e, com a manipulação de cateteres, é realizada a ultrapassagem da obstrução e colocação de drenos e/ou próteses, permitindo novamente a passagem da bile para o intestino.

onco9
Dilatação da via biliar, seguida de ultrapassagem da lesão e posicionamento de dreno no duodeno.

Com isso o paciente obtém melhora dos seus sintomas, oferecendo-lhe uma melhor qualidade de vida e também a possibilidade de seguir com o tratamento quimioterápico.