Procedimentos

Nefrostomia Percutânea

Este é sem dúvida um dos procedimentos mais executados da prática intervencionista, e tem por objetivo permitir a livre drenagem, para o meio externo, do conteúdo do sistema coletor renal.

A nefrostomia está indicada quando por alguma razão há uma obstrução a livre passagem da urina produzida no rim para a bexiga (tumor na bexiga, na próstata, no genital feminino, cálculo renal), esta urina retida no rim pode então infeccionar e pode também provocar a progressiva perda da capacidade de funcionamento renal.

O procedimento consiste em inserir dentro do rim um dreno, por onde a urina possa sair. Este é realizado sob anestesia local e sedação, na sala de hemodinâmica e com uso da ecografia, para auxiliar na punção renal.

Representação do passo-a-passo para inserção do dreno de nefrostomia.

Seu índice de sucesso é descrito em 98% dos casos e suas complicações são incomuns, cerca de 5%. A recuperação após o procedimento é rápida, necessitando apenas de algumas horas de observação.