Procedimentos

Recanalização Tubária

A infertilidade é atualmente um significativo problema enfrentado por diversos casais, a dificuldade para engravidar pode ocorrer por distúrbios femininos ou masculinos, o primeiro passo na investigação da infertilidade é buscar ajuda do médico especialista para definir qual a causa atinge cada casal.

Dentre as causas femininas de infertilidade a obstrução tubária é a mais comum delas. A trompa é um canal por onde o óvulo, liberado pela mulher, irá transitar até chegar ao útero, portanto é essencial que ela esteja completamente pérvia para que o óvulo não tenha dificuldades de chegar ao útero e também para que o espermatozóide possa alcança-lo, e então haver a fecundação.

Trompa obstruída, impede a livre passagem de gametas através dela.
Trompa obstruída, impede a livre passagem de gametas através dela.

Em alguns casos, por causas diversas, como alterações infecciosas (clamídia, gonorreia, apendicite), endometriose, danos por gestações ectópicas (fora do útero), ou cirurgias pélvicas (laqueadura tubária, cirurgia anexial), a mulher pode ter sua trompa bloqueada, impedindo o encontro dos gametas (óvulo e espermatozóide).

A radiologia intervencionista pode auxiliar no diagnóstico e tratamento da obstrução tubária, através da salpingografia é realizado o cateterismo do útero e então injetado contraste no seu interior, se a trompa está obstruída um segundo cateter e posicionado no seu interior para recanalizá-la.

Trompa obstruída á direita. Trompa após a recanalização.
Trompa obstruída á direita.  /  Trompa após a recanalização.

Trata-se de um procedimento seguro, realizado com sedação e que permite a paciente retornar precocemente a suas atividades diárias.